Connect with us

12 fatos históricos em que Petrópolis foi pioneira no Brasil

História

12 fatos históricos em que Petrópolis foi pioneira no Brasil

Uma lista que comprova a importância da Cidade Imperial na História do país.

Muitas das informações que você vai ler aqui não estão em livros de história nem em salas de aula. Pensando nisso e em destacar a importância histórica da nossa Cidade Imperial em todo o país, reunimos 12 fatos em que Petrópolis foi pioneira no Brasil.

1. Primeira estrada pavimentada do Brasil

A estrada União e Indústria, que liga Petrópolis a Juiz de Fora, foi inaugurada em 23 de junho de 1861 pelo Imperador Dom Pedro II, construída com a mão de obra de colonos alemães. Na época, a estrada teve grande importância para o escoamento da produção cafeeira da região.

A história da Estrada União e Indústria em quatro fotos  (Fotos: Divulgação/FCTP, via g1.globo.com)

2. Primeira partida de futebol não oficial do Brasil 

O colégio São Vicente de Paulo tinha um professor da Inglaterra, país onde surgiu o futebol, que ensinou o esporte para os alunos. Foi nessa escola de Petrópolis, portanto, que ocorreu a primeira partida de futebol não oficial do Brasil.

Pátio do Colégio São Vicente de Paulo, onde hoje funciona o Museu Imperial (Foto: acervo do Museu Imperial/Ibram/MinC)

3. Primeira cidade a ter uma fábrica cervejeira no Brasil

Foi fundada em 1853 na cidade de Petrópolis pelo colono alemão Henrique Leiden, na época chamada de Imperial Fábrica de Cerveja Nacional de Henrique Leiden & Cia. Dez anos depois, Henrique Kremer assume e expande a fábrica, que passa a se chamar Imperial Fábrica de Cerveja Nacional de Henrique Kremer, e finalmente, em 1898 ela começa a se chamar Cervejaria Bohemia.

Cervejaria da Bohemia no século XIX (Foto: acervo do Museu Imperial/Ibram/MinC)

Durante muito tempo, a Bohemia preservou as características das cervejas alemãs da época, com uma produção inicial de seis mil garrafas por mês, porém, depois ela foi se adequando ao gosto do brasileiro. O produto era distribuído através de charretes, carros puxados por animais e carrinhos de mão, inicialmente com vendas diretas e, depois, por meio de pequenos revendedores de Petrópolis e da região.

4. Primeira construção pré-fabricada do Brasil

Inaugurado em 1884, o Palácio de Cristal foi a 1ª construção pré-fabricada do Brasil. Ele tinha a função de abrigar as já tradicionais exposições de produtos hortícolas e pássaros da região, que aconteciam em instalações provisórias no local. No Palácio, em abril de 1888, foram libertados os últimos escravos de Petrópolis, em uma bela festa com a presença da Princesa Isabel.

Palácio de Cristal ainda coberto de zinco e vidro fosco (Foto: acervo do Museu Imperial/Ibram/MinC)

5. Foi palco da primeira exibição de filme brasileiro em território nacional

No dia 1º de maio de 1897, no Teatro Cassino Fluminense, localizado na Avenida XV de novembro (atual Rua do Imperador nº 970, Edifício Profissional), o empresário Victor de Mayo, em um prédio de um pavimento, adaptado à atividade, exibiu os filmes curtos “Uma artista trabalhando no trapézio do Politeama”, “Chegada do trem em Petrópolis” e “Bailado de crianças no Colégio do Andaraí”. Não eram filmes como conhecemos hoje e sim pequenas cenas, seguindo o modelo de Lumière, mostrando a vida cotidiana.

Cartaz da exibição de filme no Teatro Cassino Fluminense (Foto: Primeira exibição do cinematógrafo em Petrópolis, 1897 – JEDS 03/94)

6. Primeira transmissão de rádio do Brasil

Em setembro de 1922 houve a primeira transmissão de rádio no país, que ocorreu simultaneamente à exposição internacional em comemoração ao centenário da Independência do Brasil, inaugurada pelo presidente Epitácio Pessoa. O então discurso do presidente, em meio ao clima festivo do evento, abriu a programação da exposição. Apenas 80 receptores espalhados na capital e nas cidades fluminenses de Niterói e Petrópolis acompanharam a transmissão experimental, que teve ainda música clássica – incluindo a ópera O Guarani, de Carlos Gomes – durante toda a abertura da exposição.

Foto: http://www.ebc.com.br

7. Primeira linha telefônica interurbana do Brasil

No Brasil, os primeiros telefones foram instalados no Rio de Janeiro. Em 1883, foi criada a primeira linha interurbana, ligando o Rio de Janeiro a Petrópolis.

Foto Ilustrativa

8. Primeiro estabelecimento hidroterápico da América Latina

A hidroterapia, terapêutica pela água fria, já era conhecida e empregada nos séculos passados. o médico imigrante francês Antonie Court instalou no bairro das Duchas, em 1877, o Imperial Estabelecimento Hidroterápico, que o Imperador Pedro II frequentava constantemente.

Trecho da Av. Piabanha, vendo-se o estabelecimento das Duchas (Foto: acervo do Museu Imperial/Ibram/MinC)

9. Primeira estrada de ferro do Brasil

Irineu Evangelista de Sousa, barão e mais tarde Visconde de Mauá, construiu a primeira estrada de ferro do Brasil, onde hoje é o Alto da Serra. Depois, seu trecho foi alongado até São José do Vale do Rio Preto e trocou o nome de Estrada de Ferro de Mauá para Estrada de Ferro Príncipe do Grão-Pará, construído pelos irmãos Calógeras e pelo engenheiro Berrine.

Inauguração da Imperial Companhia de Navegação a Vapor e Estrada de Ferro de Petrópolis (Foto: acervo do Museu Imperial/Ibram/MinC)

10. Primeira exposição hortícola e agrícola do gênero no Brasil

No dia 2 de fevereiro de 1875, aconteceu em Petrópolis a primeira Exposição Hortícola e Agrícola do gênero realizada em Petrópolis, por iniciativa da Princesa Isabel e com o apoio de seu pai, Dom Pedro II e de seu marido, conde d’Eu. Para abrigar a exposição, a comissão do evento construiu um pavilhão no Passeio Público, local onde hoje se encontra o Palácio de Cristal. O resultado foi um sucesso, abrindo portas para as tradicionais exposições de flores que acontecem nesse ponto turístico de Petrópolis.

Exposição Hortícola realizada por volta de 1878, em Petrópolis (Foto: acervo do Museu Imperial/Ibram/MinC)

11. Primeira estátua de D. Pedro II erguida em praça pública no Brasil

No dia 5 de fevereiro 1911, foi erguida em Petrópolis a primeira estátua de D. Pedro II em uma praça pública do Brasil (na Praça Dom Pedro II).

Inauguração da estátua de Dom Pedro II (Foto: acervo do Museu Imperial/Ibram/MinC)

12. Primeira delegação do Japão em território brasileiro

Muita gente não sabe, mas a relação entre Brasil e Japão começou aqui, em Petrópolis. Em 1897, a Cidade Imperial recebeu, oficialmente, a primeira delegação do Japão (representação diplomática) do país, e, desde então, a ligação de Petrópolis com a cultura japonesa começou a intensificar. A primeira sede da delegação japonesa no Brasil é, hoje, uma Pousada-Museu, localizada na Av. 7 de Abril, perto da Cervejaria Bohemia, no Centro.

Recortes da Pousada-Museu Dom Petrópolis / Fotos: Arquivos Sou Petrópolis

Anualmente, é celebrada a colonização e influência japonesa em Petrópolis através do Bunka-Sai, um festival que costuma acontecer no mês de agosto no Palácio de Cristal. O evento, que tem entrada gratuita, é realizado pelo Instituto Municipal de Cultura e Esportes (IMCE), Turispetro, e Associação Nikkei de Petrópolis.

Fontes de pesquisa:

Revisão feita em 2018 pelo falecido e admirável Jerônimo Ferreira Alves Neto, professor de História há mais de 50 anos na UCP e estudioso sobre a história de Petrópolis.

Acervo do Museu Imperial.

ARGON, Maria de Fátima Moraes. A estátua de D. Pedro II: arte, memória e política. Revista do IHGB, Ano 172, n. 457, p. 527, out./dez. 2011.

brasil.gov.br/infraestrutura/2011/06/primeira-rodovia-pavimentada-no-brasil-comemora-150-anos

ihp.org.br/26072015/lib_ihp/docs/jeds20080604.htm

https://aventurasnahistoria.uol.com.br

http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2012-09-07/primeira-transmissao-de-radio-no-brasil-completa-90-anos

http://ihp.org.br/?p=1106

Continue Reading

Você também vai gostar

Subir