Connect with us

Cidades, distritos ou simples recantos: conheça destinos a menos de 150 km de Petrópolis para um bate e volta

Lazer

Cidades, distritos ou simples recantos: conheça destinos a menos de 150 km de Petrópolis para um bate e volta

Porque não precisa ir longe nem de muito dinheiro para ser turista.

Essa listinha foi preparada com carinho para você em busca de passeios não muito longe de Petrópolis e que, principalmente, não sacrifiquem o bolso! Afinal, para ser turista não é preciso ter muito dinheiro e nem ter que se deslocar tanto assim! Prepara o bloco de notas porque vem dica boa por aí.

Teresópolis (55km)

Se você não tem o costume de visitar a nossa vizinha mais próxima, você deve começar a se planejar agora mesmo! Teresópolis tem muito em comum com Petrópolis, mas ainda assim surpreende com suas belezas naturais, gastronomia e arquitetura inspirada nas pequenas cidadezinhas alemãs. O clima da cidade é uma delícia e a visita vale a pena nem que seja só para um almoço de domingo.

Fotos (PARNASO – Igreja Matriz de Santa Teresa): Reprodução/Instagram @rachellira6 – @luanabbandeira

Não deixe de ver:

Mirante da Colina, Lago da Granja Comari, Parque Nacional da Serra dos Orgãos (trilhas, piscina natural e área para piquenique), Praça e Igreja Matriz de Santa Teresa, Vila St. Gallen e Feirinha do Alto.

Nova Friburgo (149km)

A cidade que é conhecida em todo Brasil pela produção de lingeries tem muito mais a oferecer do que esse passeio de compras imperdível. Colonizada pelos suíços e cercada pela Mata Atlântica, Nova Friburgo oferece ótimas opções de lazer ao ar livre como mirantes naturais, trilhas, cachoeiras e parques. Além disso, a cidade tem um polo gastronômico – Polo Gastronômico de Mury – que é herança de sua colonização.

Fotos (Nova Friburgo Country Club – : Reprodução/Instagram @carloscastro_rio_ – @lidia_rangelcardoso

Não deixe de ver:

Praça do Suspiro, Teleférico para vista da cidade, Casa Suíça, Nova Friburgo Country Clube, Pedra do Cão + cachoeira Véu da Noiva (trilha 1,5km) e Compras de lingerie em Olaria.

Juiz de Fora (121km)

Localizada em uma das regiões mais bonitas do sudeste brasileiro, a Serra da Mantiqueira, Juiz de Fora é uma mistura de cidade moderna com o jeitinho mineiro de viver. Além da culinária que dispensa explicações, a cidade é uma ótima opção tanto para quem aprecia roteiros culturais com museus e teatros, como para quem prefere programas ao ar livre. Nossa sugestão é aproveitar um pouquinho de cada.

Fotos (Catedral Metropolitana – Jardim Botânico da UFJF): Reprodução/Instagram @boanergesjf – @alvessmateuss

Não deixe de ver:

Parque Halfeld, Catedral Metropolitana de Juiz, Jardim Botânico da UFJF, Mirante Morro do Cristo, Parque Lajinha, Museu de História Natural, Fundação Mariano Procópio e painéis de Candido Portinari.

Vassouras (129km)

A cidade de Vassouras, hoje conhecida como uma cidade universitária, é também chamada de Princesinha do Café. Isso porque na cidade e nos arredores estão várias fazendas de café do século XVIII que podem e devem ser visitadas. A cidade é pura história e muito aconchegante.

Fotos (Uaná Etê Jardim Ecológico): Reprodução/Instagram @thecoolguide

Não deixe de ver:

Uaná Etê Jardim Ecológico, Praça da Igreja Matriz, Vale do Café Rio, Museu Casa da Hera, Mirante Imperial, visita às Fazendas de Café (Fazenda União, Fazenda do Paraíso ou Fazenda Vista Alegre).

Rio de Janeiro (70km)

E é claro que a Cidade Maravilhosa não poderia ficar fora dessa lista. Com milhares de opções de lazer para todos os gostos, o ideal é focar em uma ou duas atrações para aproveitar o dia e descansar.  Você pode passar o dia na praia, fazer uma trilha/caminhada ou visitar uma atração turística e combinar essa atividade com uma refeição em um lugar agradável.

Fotos: Reprodução/Instagram @girodacarioca

Não deixe de ver:

Parque Lage, Jardim Botânico, pôr do sol na Praia de Ipanema, Vista Chinesa, Cristo Redentor, Pão de Açúcar, Forte de Copacabana, Lagoa Rodrigo de Freitas, Escadaria Selaron na Lapa, AquaRio e muito mais.

Veja também: 14 lugares no Rio que compensam a descida da serra

Ilha de Paquetá (70km + barca saindo da praça XV)

 A Ilha de Paquetá não é uma cidade, e sim um bairro do Rio de Janeiro, mas isso não importa porque tem um espacinho só para ela nessa lista. Com um ambiente acolhedor e a menos de 1h de Catamarã, saindo da Praça XV, essa é uma ótima opção para um dia agradável e relaxante.

Fotos (Parque Darke de Matos): Reprodução/Instagram @ddfmuller

Não deixe de ver:

Praias, passeios de bike, quadriciclo, pedalinho, caiaque ou canoa, árvore Maria Gora, Parque Darke Matos, Pedra dos Namorados e Ponte da Saudade.

Paraíba do Sul (79km)

Município situado na divisa com o estado de Minas Gerais, Paraíba do Sul tem se desenvolvido com base no ecoturismo, turismo religioso e histórico. Intimamente ligada à história da Inconfidência, possui na Vila de Sebollas, 3º distrito, os restos mortais de Tiradentes que, por determinação da sentença de morte, foram expostas em frente à Fazenda das Sebollas: local onde o inconfidente pregava a Independência do Brasil.

Fotos: Reprodução/Instagram @santuariobomjesusdematosinhos – @sonhandoemviajar

Não deixe de ver:

Santuário Bom Jesus de Matosinhos, Parque das Águas Minerais Salutaris, Museu Sacro-Histórico de Tiradentes, Trem da Estrada Real, Palácio Tiradentes, Praça do Exército e e Ponte Leopoldo Teixeira Leite.

Miguel Pereira (68,4km)

No início do século XX Miguel Pereira foi descrita pelo professor que dá nome à região como a cidade com o terceiro melhor clima do mundo. Onde a temperatura média no verão, quente e relativamente úmido, é de 28ºC, Miguel Pereira é procurada por quem busca momentos de tranquilidade num local seguro, tranquilo e de temperatura amena onde reina a simplicidade.

Fotos: Reprodução/Instagram @alinerispoli.photography – @rosana.mongin

Não deixe de ver:

Ponte Férrea, Lago Javary, Igreja Matriz Santo Antônio da Estiva, Cachoeira do Poção e Fazenda do Secretário.

Secretário (35,5km)

Região do Distrito de Pedro do Rio, Secretário encanta por suas fazendas, natureza, produtores locais, cachoeira, sítios e

Fotos: Arquivo/Sou Petrópolis

Não deixe de ver:

A fábrica de queijos artesanais LeitepurO, a região num passeio de quadriciclo, a venda de produtos locais no centrinho de Secretário, a Cachoeira da Rocinha, o Sítio Humaytá, a Vinícola Inconfidência, o canil da Dog’s Heaven.

Saiba mais: Roteiro de Secretário: o que fazer e onde comer nesse refúgio de Petrópolis

Itaipava (20,3km)

No verão ou inverno, Itaipava é destino certo de quem busca refúgio do calor ou do frio. Capaz de proporcionar conforto, vistas de tirar o fôlego e gastronomia de excelência, a região oferece, ainda, opções de lazer e compras fundamentais a qualquer roteiro. “Atravessada” pela Estrada União e Indústria, você vai reparar que grande parte das atrações de lá ou estão localizadas na própria estrada, ou fica bem próximas a ela, que a “corta” de fora ou fora.

Fotos: Reprodução/Instagram @brewhood_beer – @poraimih

Não deixe de ver:

O Parque Municipal de Itaipava, o Hortomercado Municipal, os shoppings do distrito, a La Grande Vallée, o Mirante da Serra Itaipava – Teresópolis, a Cachoeira da Macumba, a trilha da Pedra de Itaipava, o Vale da Lua, a Feirinha de Itaipava.

Saiba mais: Roteiro de Itaipava: o que fazer e onde comer na região

Vale das Videiras (36,4km)

Localizado em Araras – entre Petrópolis, Miguel Pereira e Paty do Alferes, o Vale das Videiras é um recanto encantador que, desde a pandemia, tem sido cada vez mais descoberto por petropolitanos e cariocas, já que fica a apenas 100 km do Rio. Rodeada por belíssimas montanhas, a região oferece gastronomia impecável, cachoeiras, poço, trilhas, artesanato e, acima de tudo, o cenário ideal para quem quer respirar ar fresco e relaxar.

Fotos: Arquivo/Sou Petrópolis

Não deixe de ver:

O coreto do Vale das Videiras, o vilarejo do Vale, o anfiteatro da Associação de Moradores, o Poço São Pedro, as dezenas de trilhas da região, a Cachoeira Ponte Funda, o Galpão Caipira.

Saiba mais: Roteiro do Vale das Videiras: o que fazer, onde comer e se hospedar nesse lugar encantador de Petrópolis

Rocio (17,7km)

Pautado por atrações naturais e gastronômicas, o roteiro do Rocio, localizado na Fazenda Inglesa, é perfeito para quem pretende desfrutar de momentos prazerosos em contato com a natureza. Há cerca de meia hora do Centro de Petrópolis, é lá que a hospitalidade prevalece. Seja nas pousadas, restaurantes ou trilhas, a gente te garante que você vai se sentir extremamente acolhido e bem recebido.

Fotos: Arquivo/Sou Petrópolis

Não deixe de ver:

A Pedra do Bonet, as rotas para andar de bicicleta nas redondezas, o Poço Negro – famoso “Poção”, o Vale do Amor.

Saiba mais: Roteiro do Rocio: o que fazer, onde comer e se hospedar nesse recanto acolhedor

Conhece mais recantos lindos a menos de 150 km de Petrópolis? Comente aqui! =)

Continue Reading

Você também vai gostar

Subir