Connect with us

Roteiro do Vale das Videiras: o que fazer, onde comer e se hospedar nesse lugar encantador de Petrópolis

Cidade

Roteiro do Vale das Videiras: o que fazer, onde comer e se hospedar nesse lugar encantador de Petrópolis

A região oferece, pelo menos, 12 circuitos – alguns com até 47 km de extensão – a montanhas, sítios, cachaçaria e poço dali das redondezas

Localizado em Araras – entre Petrópolis, Miguel Pereira e Paty do Alferes, o Vale das Videiras é um recanto encantador que, desde a pandemia, tem sido cada vez mais descoberto por petropolitanos e cariocas, já que fica a apenas 100 km do Rio. Rodeada por belíssimas montanhas, a região oferece gastronomia impecável, cachoeiras, poço, trilhas, artesanato e, acima de tudo, o cenário ideal para quem quer respirar ar fresco e relaxar.

Fotos: Arquivo/Sou Petrópolis

Como chegar ao Vale das Videiras?

Já na estrada, o motorista terá que pegar a saída 65 da BR-040 em direção a Araras, virar à direita na Estrada Bernardo Coutinho e seguir em direção à Estrada Almirante Paulo Meira/RJ-117. O Vale das Videiras fica na altura do km 18 da referida via e é indicado por um charmoso pórtico de entrada.

Fotos: Arquivo/Sou Petrópolis

A estrada até o Vale das Videiras, por si só, é um dos pontos altos do passeio. A sensação, a medida em que você atravessa Araras, é, realmente, a de adentrar um vale, rodeado por imponentes montanhas, lindas casas de veraneio e, em trecho ou outro, lojas de artesanato e delicatéssens.

O que fazer?

Passeio pelo coração do Vale das Videiras

O centro do Vale das Videiras é bem modesto, mas a gente te garante que vale a visita. É tudo feito a pé e é nele que estão localizados os principais restaurantes da região: um coreto que é uma graça, uma lojinha de plantas – que até suculentas importadas vende, o vilarejo do Vale e o anfiteatro da Associação de Moradores do Vale, que é onde a comunidade costuma se reunir para shows ou para a já tradicional festa junina local.

Fotos: Arquivo/Sou Petrópolis

Passeio de bicicleta pela região

O Galpão Caipira é referência na oferta de passeios na região. Lá você encontra bicicletas para aluguel e uso tanto por conta própria – para explorar o Vale como bem entender, quanto com o auxílio de um guia. São 12 circuitos – alguns com até 47 km de extensão – a montanhas, sítios, cachaçaria e poço dali das redondezas. Uma rota que faz muito sucesso é a que leva ao Poço São Pedro. Além de lindo, é ótima opção para um passeio refrescante.

Fotos: Arquivo/Sou Petrópolis

Passeio à cachoeira Ponte Funda

Parada obrigatória por quem passa pela região, a cachoeira Ponte Funda não possui trilha e fica a menos de cinco minutos da beira da estrada. Ela está localizada na altura do km 15 da Estrada Almirante Paulo Meira – que é, justamente, a estrada que dá acesso ao Vale, e fica bem ao lado da Igreja Assembleia de Deus.

Fotos: Reprodução/Instagram (@rafaelavasc)

Veja também: 10 cuidados a serem tomados durante passeios em cachoeiras

Sessão de spa do Galpão Caipira

Além da oferta de passeios, o Galpão Caipira dispõe de spa, restaurante e hospedagem próprios. No caso do spa, a ideia é que o visitante desfrute dos serviços de massagem relaxante, reflexologia, esfoliação, pedras quentes e ponte funda depois de se render às aventuras da região. As sessões duram de 25 a 50 minutos e são muito requisitadas tanto por quem cumpre as rotas mais longas de bike e caminhada, quanto por quem só quer relaxar.

Fotos: Arquivo/Sou Petrópolis

Onde comer?

Nas Videiras

Fotos: Divulgação

Ainda que em meio à simplicidade do Vale, o “Nas Videiras” traz gastronomia de excelência. Para se ter uma ideia, a pizza do restaurante foi eleita uma das 10 melhores do Brasil em 2018 por uma competição de São Paulo em que concorreram 200 pizzaiolos do país! E o cardápio da casa não perde em nada; é assinado pelo italiano Nicola Giorgio, que hoje está a frente do restaurante Olivo, na Barra da Tijuca.

Nicola foi sócio de outras casas no Rio, como La Terrazza, Duo Trattoria, Uniko e Bottega del Vino.

Fotos: Divulgação

E como começar a narrar a experiência gastronômica do Nas Videiras? Com entradinhas divinas que, definitivamente, não devem ser puladas – já que incluem desde a clássica focaccia a croqueta de pato, o estabelecimento oferece massas artesanais, além de carnes, peixes, uma excelente, ampla e selecionada carta de vinhos e sobremesas geniais de dar água na boca, como as criações do Momo Gelato.

Fotos: Divulgação

P.S. É isso mesmo que você acabou de ler! O Nas Videiras dispõe de uma franquia do famoso Momo Gelato. A partir do uso da técnica italiana, mas com o jeitinho carioca de ser, a produção artesanal se manifesta em sua textura cremosa e nos intensos e inéditos sabores, como é o caso do gelato de iogurte grego com damasco e amêndoas. Importante: a franquia oferece também irresistíveis tortas com recheio e cobertura de gelato.

Fotos: Divulgação

Galpão Caipira

Como chegamos a mencionar anteriormente, o Galpão Caipira tem uma estrutura sem igual, que atende todas as necessidades dos visitantes. O restaurante fica bem no centro do Vale, em frente ao coreto, e é mais do que indicado. A comida é saborosíssima e, somada a ela, o atendimento e o ambiente – que consegue ser ainda mais cativante pessoalmente – tornam a experiência ainda mais especial.

Fotos: Arquivo/Sou Petrópolis

No Galpão são três as opções de almoço que mais saem: o picadinho do chamado PF Chique, a carne assada – acompanhada de uma farofinha de pão divina, e a truta com manteiga de sálvia e amêndoas. Entre as sobremesas, não deixe de experimentar o bolo de cenoura quente – que vem rodeado por brigadeiro de chocolate, e a mousse de chocolate meio amargo com paçoca. É de comer ajoelhado!

Fotos: Arquivo/Sou Petrópolis

P.S. Uma novidade do Galpão são os pratos infantis, como a opção de franguinho grelhado, arroz, feijão e batata palha por R$ 22.

Outras opções:

Sanjão: @_sanjao_

Restaurante Sabor do Vale: @sabordovale.restaurante

Bistrô Lá na Beth: @la.na.beth

Alambique DuVale: @alambiqueduvale

Onde se hospedar?

Pousada La Brelle Bruna

Com opções de acomodação superior e master, a Pousada La Brelle Bruna oferece suítes que variam de 30 a 70 metros quadrados. Além de vista privilegiada, os ambientes são todos equipados com lareira – o que traz ainda mais charme e conforto em dias de frio, e, nos casos “master”, até hidromassagem os cômodos chegam a contar. Um outro diferencial do local é a presença de horta orgânica, piscina natural e academia na propriedade.

Fotos: Reprodução/Site MaisPousadas

Site: http://pousadalabellebruna.com.br/

Instagram: https://www.instagram.com/labellebruna/

Pousada das Araras

Famosa por sua localização privilegiada, a Pousada das Araras fica bem ao pé da Pedra Maria Comprida. Numa área com mais de 150 mil metros quadrados de Mata Atlântica, o ambiente é ideal para momentos de descanso, lazer e contato com a natureza. No local é oferecida uma trilha de 1 km para caminhadas e convivência pacífica com pássaros, macacos e esquilos.

Fotos Divulgação

Reservas: https://mobilereservations.omnibees.com/hotel/search/6776

Instagram: https://www.instagram.com/pousadadasararas/

Galpão Caipira

Aconchegante e impecável, como todo o restante da estrutura do Galpão, as suítes estão localizadas do outro lado da rua do restaurante e spa, o que torna o passeio ainda mais prático, já que é tudo pertinho. O café da manhã está incluído na hospedagem e é servido no ambiente do restaurante: start mais do que perfeito e indicado para um bom começo de dia.

Foto: Arquivo/Sou Petrópolis

Instagram: https://www.instagram.com/galpaocaipira/

Veja também:

Continue Reading

Você também vai gostar

Subir