Connect with us

Roteiro de um dia no Parque Nacional da Serra dos Órgãos: 7 passeios para se encantar com o local

Bem-estar

Roteiro de um dia no Parque Nacional da Serra dos Órgãos: 7 passeios para se encantar com o local

De trilhas leves a desafiadoras até cachoeiras e passeios recompensadores na natureza

Embora mais conhecido por sua entrada por Teresópolis, o Parque Nacional da Serra dos Órgãos, o PARNASO, também tem acesso por Petrópolis através do Bonfim. Terceiro parque mais antigo do país, o local tem entrada gratuita e um vasto leque de atrações que vão de poços a cachoeiras e trilhas. Confira, abaixo, um roteiro de um dia para quem quer conhecer e se encantar com o PARNASO:

Sobre o PARNASO

Parque com a maior rede de trilhas do Brasil, o PARNASO foi criado em 1939 e compreende mais de 20 mil hectares que são protegidos pelos municípios de Teresópolis, Petrópolis, Magé e Guapimirim. Tido como um dos melhores locais do país para a prática de esportes de montanha, o espaço oferece mais de 200 quilômetros de trilhas, que vão da trilha suspensa, acessível a cadeirantes, até a desafiadora Travessia Petrópolis- Teresópolis.

Como chegar por Petrópolis?

A melhor forma de se guiar até a entrada do PARNASO na Estrada do Bonfim é a partir de ferramentas como o Google Maps. Clicando aqui é possível localizar a portaria do parque e, de carro, se guiar até ela.

Fotos: Arquivo/Sou Petrópolis

O que fazer?

Poços

  • Poço Paraíso

O Poço Paraíso fica a somente 15 minutos de caminhada da portaria do Bonfim e costuma ser alvo de quem se refrescar antes de continuar o passeio.

Fotos: Arquivo/Sou Petrópolis

Dificuldade: leve

Caminhada: cerca de 580 metros

Duração aproximada: 20 minutos

  • Poço dos Primatas

Tido pelos frequentadores como o mais bonito do três poços que constituem o chamado Circuito das Bromélias, o Poço dos Primatas oferece uma queda d’água bastante volumosa e com direito à “massagem”.

Fotos: @michaelmoreirasimonato

Dica: o Poço dos Primatas é o mais protegido por árvores de todo o Circuito, então se a intenção é conhecer o local com Sol, vá entre meio dia e duas da tarde.

Dificuldade: leve

Caminhada: 1.200 metros

Duração aproximada: 50 minutos

  • Gruta do Presidente

A Gruta do Presidente leva esse nome porque costumava ser frequentava por Getúlio Vargas, que chegava até ela cavalgando. O local é ponto de passagem até as cachoeiras, então sem você pretende conhecê-las, vai vê-lo também.

Fotos: Manoel Moraes via Flickr – Reprodução/PARNASO

Dificuldade: moderada

Caminhada: cerca de 3 km

Duração aproximada: 1h30 (ida)

Cachoeiras

  • Cachoeira Véu da Noiva

Localizada depois da Gruta do Presidente, a Cachoeira Véu da Noiva tem 32 metros de altura e é ideal para a prática de esportes radicais. Uma das preferidas de Dom Pedro, a queda d’água tem 35 metros de altura.

Fotos: Reprodução/Instagram @luizfelipebastos – @danyflor_sf

Dificuldade: moderada

Caminhada: 3,3 km

Duração aproximada: 1h30 (ida)

  • Cachoeira das Andorinhas

A 10 minutos do Véu da Noiva, a Cachoeira das Andorinhas conta com 15 metros de queda d’água, o que torna o local ideal para banho. Com um poço fundo cercado por dois paredões, é a certeza de bons momentos e fotos.

Fotos: @meridiana.sf – @eric_soaressilva

Dificuldade: moderada a pesada

Caminhada: 3,4 km

Duração aproximada: 1h35

Para quem tem mais disposição

  • Trilha Morro do Açu

Ponto mais alto do Setor Petrópolis (2.245m), é atingido após caminhada considerada pesada. Nos Castelos do Açu existe um abrigo de montanha, bem como local para camping e coleta de água.

Foto: @carloseduardo_cae e @vivifon

Dificuldade: pesada

Caminhada: cerca de 7 km

Duração aproximada: 5 horas (ida)

Dica de hospedagem

Pousada Paraíso Açu

Paradisíaca, a Pousada Paraíso Açu fica bem ao lado da entrada do Parque Nacional da Serra dos Órgãos. Refúgio perfeito para quem quer tranquilidade em meio a montanhas, nascentes e poços que parecem piscinas, o espaço se mostra também o recanto certo para quem tem a intenção de realizar um passeio de mais de um dia no PARNASO, sem se preocupar com locomoção.

Fotos: Arquivo/Sou Petrópolis

Dica: o restaurante da Pousada Paraíso Açu também é aberto a não hóspedes mediante reserva seja para o almoço ou um bom vinho. Situada no Bonfim – região famosa por seus produtores locais – a hospedagem traz em seus pratos diferentes elementos produzidos ali mesmo nas redondezas, a exemplo das saborosas trutas criadas por um vizinho da pousada e de cervejas artesanais!

Fotos: Arquivo/Sou Petrópolis

Endereço: Estrada do Bonfim, 3511, Corrêas, Petrópolis.

Telefone: (24) 2221-3999 / (24) 2236-0074

Mais informações: @pousadaparaisoacu

Bônus:

Travessia Petrópolis – Teresópolis

Com cerca de 30 km de extensão, a Travessia Petrópolis – Teresópolis exige preparo físico e equipamento adequado. É recomendada a presença de guia experiente, principalmente no trecho entre os Castelos do Açu e a Pedra do Sino.

Fotos: Luiz Henrique Lucas – Alexandre Milhorance

Dificuldade: pesada

Caminhada: cerca de 7 km

Duração estimada: 6 horas (ida)

Veja também:

Continue Reading

Você também vai gostar

Subir