Connect with us

Do Centro a Itaipava, confira 10 museus para conhecer em Petrópolis

Cultura

Do Centro a Itaipava, confira 10 museus para conhecer em Petrópolis

Dos mais tradicionais aos mais contemporâneos!

(Atualizada às 09h10 do dia 17 de outubro de 2021)

Cidade Imperial, o que não faltam em Petrópolis são museus. Tanto aqueles capazes de remeter os visitantes aos tempos do império, quanto os que tratam da colonização do município, de seu artesanato, ou então os mais contemporâneos, que contam histórias através das esculturas de cera e das peças de porcelana que guardam. Do Centro a Itaipava, confira 10 museus para conhecer em Petrópolis.

Museu Imperial

Antiga residência de verão de Dom Pedro II, o museu é parada obrigatória para quem quer desfrutar de uma pausa na rotina. Não tem programa mais relaxante que andar por aquele jardim, vestir as famosas pantufas e visitar o passado. O interior do Palácio Imperial, bem como os jardins, estão abertos para visitação.

Fotos: Instagram @viannaanacarolina e @clari_santts

Endereço: Rua da Imperatriz, 220 – Centro.

Bilheteria aberta até às 17h.

De Terça-feira a sábado

Palácio: 10h às 16h – mediante agendamento

Jardins: 8h às 17h

Pavilhão das Viaturas: 10h às 17h

Loja/Cafeteria: 10h às 18h

Endereço: Rua da Imperatriz, 220 – Centro – Petrópolis, RJ

Telefone: +55 24 2233-0300

Museu de Cera

Aberto em 2011, o Museu de Cera de Petrópolis é tido como o primeiro do Brasil com padrões internacionais de hiper-realismo.  São 38 diferentes estátuas de figuras que vão desde o Papa Francisco, Dom Pedro II e Mandela, a personagens como Jack Sparrow, o vilão Pinguim, atletas e cantores, como Elvis e os Beatles. Normalmente de origem inglesa, as peças são em tamanho real e até cabelo humano têm!

Fotos: Instagram @tripsbtmanu

Funcionamento: de segunda a domingo, das 10h às 17h, e aos sábados, das 10h às 18h

Endereço: Rua Barão do Amazonas, 35 – Centro, Petrópolis.

Entrada: R$54 (R$ 27 a meia-entrada)

Casa de Petrópolis

Tida pelo Iphan como uma das quatro casas particulares do século XIX no Brasil em estado original, a Casa de Petrópolis, popularmente conhecida como Casa dos Sete Erros, foi ocupada pela família Tavares Guerra até 1979. Além das sete diferenças em sua fachada, a construção também é conhecida por ter sido a primeira casa da cidade a utilizar energia elétrica e a abrigar o primeiro relógio de torre de Petrópolis.

Fotos: @girodacarioca

Funcionamento: de quarta a domingo, das 10 às 16 horas

Endereço: Av. Ipiranga – 760, Centro

Entrada: R$ 10 (inteira), R$ 5 (meia)

Dica: Visitação à Casa de Petrópolis é gratuita para petropolitanos às quartas-feiras

Museu Casa de Santos Dumont

Conhecida como a “Encantada”, a Casa de Santos Dumont, realmente, traz suas particularidades. Além de seus famosos degraus incomuns, a casa não tem cozinha, uma vez que quando o pai da aviação vinha a Petrópolis ele fazia suas refeições no Palace Hotel – atual UCP. Projetada para o aeronauta, a casa também está localizada nas alturas. De acordo com os funcionários, no inverno a temperatura na casa chega a ser até três graus mais baixa do que na rua!

Foto Arquivos Sou Petrópolis

Funcionamento: de terça até domingo, de 9h às 17h30 (bilheteria até as 17h). Visita guiada

Entrada: franca às quartas-feiras para moradores de Petrópolis com comprovante de residência / crianças até 6 anos e maiores de 65 anos não pagam. Demais casos: R$ 8,00 (inteira) / R$ 4,00 (meia)

Endereço: Rua do Encanto, 22 – Centro

Saiba mais sobre a Casa de Santos Dumont aqui > 8 curiosidades sobre a história da Casa de Santos Dumont

Museu de Porcelana

Tido como o primeiro museu do Brasil e das Américas dedicado a animais de porcelana, o Museu de Porcelana de Petrópolis reúne um acervo com cerca de 1300 animais feitos em porcelana europeia e pintados à mão. O espaço foi aberto em 2018 e é o ponto turístico mais bem avaliado da cidade no site Trip Advisor. Suas peças são de origem alemã, italiana, dinamarquesa e francesa.

Fotos: Arquivo/Sou Petrópolis

Funcionamento: terça a sexta, de 11h às 16h / sábado, de 10h às 18h / domingo, de 10h às 17h.

Endereço: Av. Barão de Amazonas, 88 – Centro.

Entrada: meia-entrada – R$ 15,00 / inteira – R$30.

Museu do Artesanato

Fundado pelo artista plástico Cocco Barçante, o espaço, localizado na Rua Coronel Veiga, número 1734, abriga cerca de 300 itens e, ao longo de 5 anos, já recebeu ao menos 10 mil visitantes. Considerado o primeiro Museu de Artesanato do Estado do Rio de Janeiro e o segundo do Brasil, o espaço conta com diferentes ambientes em que a arte é produzida a partir do reaproveitamento de materiais e ideias.

Fotos: Bruno Ferreira Soares

Endereço: R. Cel. Veiga, 1734 – Cel. Veiga

Visitação: sábados e domingos, das 11 às 17 horas. É possível conhecer a casa nos demais dias da semana, mediante agendamento prévio pelo telefone (24) 3111-4944.

Ingresso: R$ 10

Museu Casa do Colono

Construída em 1847, a Casa do Colono conta com um acervo de cerca de 336 peças doadas por descendentes de colono. O local reserva a memória germânica num estilo de vida simples que coloca em xeque o aproveitamento dos recursos naturais a que se tinha acesso naquela época. A construção se tornou museu em 1976 e está localizada na região da Castelanea, antigo Quarteirão Kastellaun.

Foto Arquivos Sou Petrópolis

Funcionamento: de terça a domingo, das 8h30 às 14h

Entrada: franca todos os dias

Endereço: Rua Cristóvão Colombo, 1034 – Castelânea

Saiba mais sobre a Casa do Colono aqui > 8 fatos e curiosidades sobre a Casa do Colono, localizada em Petrópolis

Casa do Pequeno Príncipe

Reconhecida por ter abrigado pilotos franceses, entre eles o escritor Antoine de Saint-Exupéry, a Casa do Pequeno Príncipe traz importantes e curiosas histórias sobre a aviação e sobre Saint-Exupéry. Quem conduz a visita é o simpático José Augusto que, literalmente, abre as portas de sua casa para os visitantes. Afinal, mesmo funcionando como espaço cultural, é lá em que mora com a esposa e renova, dia a dia, sua paixão pela aviação.

Fotos: Bruno Ferreira Soares

Endereço: Estrada do Ribeirão Grande – Rua das Acácias, 102 – Itaipava.

Visitação: quinta-feira a domingo, às 11h – mediante agendamento (grupos até 20 pessoas, escolas e visitas individuais).

Telefone para agendar: (21) 99354-3179.

Ingresso: R$ 25,00.

Saiba mais sobre a Casa do Pequeno Príncipe aqui: #CartõesPostais: 8 curiosidades sobre a Casa do Pequeno Príncipe, em Itaipava

Casa Stefan Zweig

A Casa Stefan Zweig foi residência e refúgio do escritor austríaco Stefan Zweig e sua esposa Lotte, durante o período da 2ª Guerra Mundial. Zweig é considerado um dos grandes biógrafos da primeira metade do século XX. A casa hoje é um centro de memórias em homenagem ao escritor e aos exilados vindos para o Brasil fugindo do nazismo, no período de 1933 a 1945, e que contribuíram para a formação cultural do nosso país.

Fotos Instagram: @jackson_isaltino e @benjaminfmoser

Endereço: Rua Gonçalves Dias, 34 – Valparaíso.

Visitação: sábado e domingo, 11h às 17h.

Entrada franca todos os dias.

Saiba mais sobre a Casa Stefan Zweig aqui: #CartõesPostais: 8 curiosidades sobre a Casa Stefan Zweig, no Valparaíso

Museu dos Brinquedos

Museu mais fundado mais recentemente em Petrópolis, reúne mais de 800 itens dos anos 50 a 90 que resgatam a memória afetiva de um tempo em que a criatividade valia mais do que a praticidade e agilidade dos brinquedos eletrônicos.

O Museu dos Brinquedos fica localizado no Liberty Garden, no Centro Histórico de Petrópolis – Fotos: divulgação e Arquivos Sou Petrópolis

Endereço: Av. Barão de Amazonas, 25, no Centro.

Visitação: sexta a domingo, das 10h às 17h.

Ingressos: R$10, sendo que crianças de 6 a 12 anos e idosos acima de 60 anos pagam meia-entrada (R$5). Visitantes que forem em grupos acima de 10 pessoas também têm desconto: pagam R$8 por pessoa.

Veja também: [Quiz] Quais desses itens do Museu dos Brinquedos de Petrópolis você conhece?

Veja também:

Continue Reading

Você também vai gostar

Subir