Connect with us

Pedra do Bonet: tudo o que você precisa saber sobre uma das trilhas preferidas dos amantes do pôr do Sol

Lazer

Pedra do Bonet: tudo o que você precisa saber sobre uma das trilhas preferidas dos amantes do pôr do Sol

Dependendo de como estiver o céu dá até pra ver o Parque Nacional da Tijuca!

Situada na região do Rocio, a Pedra do Bonet é um refúgio em meio às montanhas. Tida como uma das trilhas preferidas dos amantes do pôr do Sol, a caminhada pode não ser das mais fáceis, mas é, de longe, uma das mais recompensadoras no município.

Foto: Reprodução/Instagram @alessandrom.afls

O porquê do nome

Contam os montanhistas que a Pedra do Bonet recebeu esse nome devido ao seu formato. De acordo com eles, quando vista de longe a pedra assume um formato bastante semelhante ao de um boné. Situada na Reserva Biológica do Tinguá, na fronteira entre Petrópolis e Duque de Caxias, a trilha fica próxima da Serra do Couto e da Reserva Biológica de Araras.

Curiosidade: Com 1.552 metros de altitude máxima, a Pedra do Bonet é o ponto mais alto da cidade de Duque de Caxias.

Fotos: Reprodução/Instagram @patricialeporage – @dudu_costa007

Como chegar

A trilha da Pedra do Bonet fica na Estr. Vargem Grande – Fazenda Inglesa, Petrópolis. Pegue a Rodovia Washington Luiz (BR-040) sentido Rio e entre na Estrada do Rocio. Você vai seguir por cerca de 7.1 km até encontrar uma plaquinha à direita que sinalizará o início da trilha. Mas fique atento porque a placa é bastante discreta, então vale reforçar a atenção.

Fotos: Arquivo/Sou Petrópolis

Sobre a trilha

Apesar de muitos internautas a descreverem como uma trilha fácil, a Pedra do Bonet pode ser desafiadora caso você não tenha muita experiência com caminhadas. O trajeto é curto e bem demarcado, mas como alguns trechos são bastante íngremes e de erosão, é importante ir com cuidado. Uma dica é fazer jus ao nome da trilha e levar um chapéu ou boné, já que boa parte do caminho acontece em mata aberta, com exposição constante ao Sol.

Fotos: Arquivo/Sou Petrópolis

A subida leva, em média, de 45 minutos a uma hora de duração e, apesar das dificuldades que possam surgir no caminho, a vista faz tudo valer a pena! Considerada uma das mais completas de Petrópolis, do alto Pedra do Bonet você avista desde a Serra das Araras e a Pedra do Retiro, o Alcobaça, a Serra dos Órgãos, o Cobiçado, o Cortiço, vários bairros de Petrópolis, a rodovia BR-040 e, dependendo da nitidez do céu, até o Parque Nacional da Tijuca!

Foto: Arquivo/Sou Petrópolis

Cachoeira de bônus

Como se não bastasse ser o destino perfeito para curtir o nascer ou o pôr do Sol, a Pedra do Bonet ainda fica a cinco minutos do Poço Negro, o Poção. Super conhecida na região e fora dela, a cachoeira é ampla e uma excelente pedida para quem busca um local para nadar. Para acessá-la é bem tranquilo!

Fotos: Arquivo/Sou Petrópolis

Depois de pegar a entrada para o Rocio, no km 76 da BR-040, sentido Juiz de Fora x Rio, percorra alguns quilômetros até chegar em uma ponte. Vire à direita e siga por uma rua estreita. Ali você vai ver um recuo, onde é possível estacionar o carro. A trilha fica bem em frente a esse recuo.

Leia também: Roteiro do Rocio: o que fazer, onde comer e se hospedar nesse recanto acolhedor

#Dica de passeio guiado

A Guapo Adventure Turismo é formada por experientes guias de atrativos naturais e, acima de tudo, apaixonados pelas montanhas. Eles oferecem serviços de guiamento para trekking, montanhismo e rapel. Para mais informações sobre trilhas em Petrópolis e agendar um passeio guiado entre em contato com:

Guia André Vasconcellos – (24) 992047713
Guia Luana Manhães – (24) 988077721

Recomendações

Como qualquer outro passeio na natureza, é preciso tomar alguns cuidados:

– Em tempos de pandemia, evite aglomerações e use máscara;

– Evite o local em dias chuvosos ou com previsão de chuva;

– Se não conhecer o caminho, vá acompanhado de alguém que conheça;

– Prefira horários de dia para fazer a trilha. Fazer o percurso de volta no escuro não é indicado, pois você pode errar o caminho;

– Recolha todo o seu lixo e, de forma alguma, faça fogueira na vegetação. A natureza agradece!

Veja também:

Continue Reading

Você também vai gostar

Subir