Connect with us

Restaurantes de Petrópolis aceitam o “Desafio do Chapolin” e doam comida para moradores de rua

Petrópolis do bem

Restaurantes de Petrópolis aceitam o “Desafio do Chapolin” e doam comida para moradores de rua

O que era só uma brincadeira virou uma grande corrente do bem.

Uma corrente do bem de doação de comidas para moradores de rua viralizou em todo o Brasil até chegar na Região Serrana, em Petrópolis. Desafiamos três restaurantes parceiros da Sou Petrópolis e do Clube Sou Petrópolis a participar dessa ação e, sem pensar duas vezes, eles aceitaram. Entenda o caso!

Fotos Henry Kappaun

Tudo começou com um post do perfil Chapolin Sincero no Instagram, que tem mais de 14 milhões de seguidores, dizendo que achava errado pizzaria funcionar apenas à noite, pois não existe hora certa para comer pizza. A rede de pizzaria Domino’s viu a provocação e comentou: “Meu amigo @chapolinsincero, você tem tanta razão, que se tiver uma Domino’s pertinho de você, amanhã seu almoço e da sua galera será por nossa conta. Serão várias Domino’s quentinhas para provar que realmente não tem hora para comer o que há de melhor nesse mundo!”.

Foto Henry Kappaun

Com toda a sua astúcia, Chapolin teve uma ideia ainda melhor e respondeu: “@dominospizzabrasil amei mas tive uma ideia melhor, que tal a gente fazer o almoço de outras pessoas mais feliz? Topa doar essas pizzas para alguns moradores de rua?? Eu ficaria muito feliz e certamente muitas pessoas também, além de comerem a melhor pizza hahaha.” A partir daí, criou-se a hashtag #ChapolinChalange, em que redes nacionais de comida começaram a se desafiar a participar dessa corrente do bem. As empresas Pizzza Hut, McDonald’s, Bucaneiros, Oba Oba Pizza, Vigor, Cacau Show, entre outras entraram na brincadeira.

Petrópolis não quis ficar de fora dessa corrente e deu uma aula de solidariedade. A Casa D’Angelo doou quentinhas, a Cristallo doou pizzas, a Dom Gourmet doou hambúrgueres, o Atelier 55 emprestou a fantasia do Chapolin e o fotógrafo Henry Kappaun registrou todos os momentos dessa noite. E para ajudar a organizar toda essa ação contamos com a ajuda impecável dos voluntários do Projeto GrãO. 

Foto Henry Kappaun

Foi uma noite inspiradora, de muitas trocas, empatia e aprendizado. Isso porque muitos deles não estavam interessados só na comida, eles queriam conversar e receber uma atenção que geralmente não recebem.

Entre pedidos e conversas, um senhor perguntou se podíamos voltar outro dia para trazer um cobertor para ele, porque as madrugadas em Petrópolis costumam ser muito frias, mesmo no verão. Surpreendentemente, um voluntário do Projeto GrãO foi correndo até o carro pegar um edredom que, por acaso, estava lá e, sem pensar duas vezes, entregou-o para aquele senhor que agradeceu com um brilho nos olhos, dizendo: “É Deus no céu e Chapolin na Terra”.

Foto Henry Kappaun
Continue Reading

Você também vai gostar

Mais populares

Nossas Dicas

+ dicas
Subir