Connect with us

19 programas gratuitos para fazer em Petrópolis

Lazer

19 programas gratuitos para fazer em Petrópolis

Para aproveitar o final de semana sem gastar nada!

1. Palácio Rio Negro

O nome do Palácio é uma homenagem ao Barão Rio Negro, um rico produtor de café, apesar da mansão ser mais conhecida como Palácio dos Presidentes. Isso porque desde 1903 ele serviu de residência de verão de diversos presidentes da República, entre eles: Getúlio Vargas, Juscelino Kubitschek, Fernando Henrique Cardoso e Lula.

Além de diversas memórias da República, você irá encontrar nesse museu os quartos das filhas de JK e de Getúlio Vargas e os quadros de todos os presidentes em ordem cronológica: Washington Luís até Lula.

Fotos Instagram: @soupetropolis

Endereço: Av. Koeler, 255 – Centro.

Visitação: terça à sábado, 10h às 17h.

Entrada franca todos os dias.

2. Casa Santos Dumont

A casa que recebeu o nome de “Encantada” foi a residência de verão do Pai da Aviação: Santos Dumont. Hoje ela é um museu com objetos, livros, cartas e mobiliário que pertenceram ao inventor. Os destaques são o chuveiro e as escadas que só podem ser subidas começando com o pé direito.

#CartõesPostais: 8 curiosidades sobre a história da Casa de Santos Dumont

Fotos Instagram: @soupetropolis e @lorenamarias

Endereço: Rua do Encanto, 22 – Centro.

Visitação: terça a domingo, 9h às 17h.

Bilheteria aberta até às 17h.

Entrada franca às quartas-feiras para moradores de Petrópolis com comprovante de residência / crianças até 6 anos e maiores de 65 anos não pagam.
Demais casos:
R$ 8,00 (inteira) / R$ 4,00 (meia).

3. Parque Cremerie

Antiga fábrica de queijos, fundada em 1845, hoje o parque é uma das principais formas públicas de lazer da cidade. O Cremerie foi reformado e está lindo! Ele oferece quadras de esportes, piscina, churrasqueira, lago com pedalinhos e área verde onde é possível fazer piquenique.

Foto Instagram: @rmansera e @letdun

Endereço: Rua Luis de Camões, s/ nº – Estrada da Independência.

Visitação: terça a domingo, 8h às 17h.

Entrada franca todos os dias.

4. Museu Imperial

Além da belíssima área externa, a visita ao museu é endereço fundamental para qualquer petropolitano ou turista. O Palácio que era a casa de veraneio de Dom Pedro II tem o maior acervo da época do Império brasileiro. Você pode ver os cômodos perfeitamente mobiliados, objetos curiosos que hoje já não existem, o trono de Orleans e Bragança, as viaturas da época, as jóias da realeza e muito mais.

Além disso, durante a visita é preciso calçar os famosos chinelos, o que já é uma diversão à parte.

Fotos Instagram: @philip_hp e @giovanamontini

Endereço: Rua da Imperatriz, 220 – Centro.

Bilheteria aberta até às 17h.

Visitação aos jardins – de terça a domingo, das 7h às 17h30h – entrada franca todos os dias.

Pavilhão das viaturas – de terça a domingo, das 11h às 18h – entrada franca todos os dias.

Visitação ao museu – de terça a domingo, das 10h30h às 18h – entrada franca às quartas-feiras e no último domingo do mês para moradores de Petrópolis com comprovante de residência / crianças até 6 anos e maiores de 80 anos não pagam.
Demais casos:
R$ 10,00 (inteira) / R$ 5,00 (meia – estudantes, professores e maiores de 60 anos).

5. Parque Natural Municipal

Bem no centro histórico, esse parque escondidinho na Avenida Ipiranga encanta por sua tranquilidade e beleza. No local, além de mesas para piquenique, há duas trilhas para caminhada de dificuldades baixa e moderada.

Fotos Instagram: @soupetropolis

Endereço: Av. Ipiranga, 853 – Centro.

Visitação: todos os dias, de 8h às 17h

Entrada franca todos os dias.

6. Trono de Fátima

Concebido pelo mesmo autor do projeto do Cristo Redentor, a construção foi feita com ajuda popular tanto na arrecadação de fundos quanto na obra em si. A imagem da Santa foi esculpida em mármore branco e a cúpula com sete colunas, que representam os dons do Espírito Santo. Além da bela escultura, o lugar oferece uma vista privilegiada do Centro Histórico.

Fotos Instagram: @soupetropolis e @luisfernandoamaral10

#Dica: dê preferência ao horário do pôr do sol que torna a vista ainda mais bonita.

Endereço: Rua Padre Moreira – Valparaíso.

Visitação: diariamente de 8h às 18h

Entrada franca todos os dias.

7. Parque Municipal de Itaipava

O maior parque público da cidade oferece quadras de esporte, ciclovia, aluguel de bicicletas, lanchonete, área para caminhada, piquenique e sala de leitura.

Fotos Instagram: @soupetropolis

Endereço: Estrada União e Indústria, 10000 – Itaipava.

Visitação: todos os dias, 7h às 18h

Entrada franca todos os dias.

8. Orquidário Binot

O Orquidário mais antigo do Brasil, fundado em 1970 é aberto para visitação e venda de orquídeas.

Fotos Instagram: @rosanabrandao_ e  @somando_destinos

Endereço: Rua Fernandes Vieira, 390 – Retiro.

Visitação gratuita de segunda à sábado, 7h às 17h.

9. Hortomercado Municipal

O Horto de Itaipava oferece há quase 30 anos produtos frescos como legumes, verduras, ervas finas, frutas, mel, geleias, flores, aves, trutas, cogumelos, conservas e laticínios, entre outros. Além disso, o Bar do Horto é uma ótima opção para relaxar nos domingos.

Fotos Instagram: @soupetropolis

Endereço: Estrada União e Indústria, 9.500 – Itaipava.

Visitação: sextas, de 9h às 18h / sábados, de 8h às 18h / domingos, de 8h às 13h

Entrada franca todos os dias.

10. Palácio Amarelo – Câmara Municipal

O Palácio Amarelo é muito conhecido por sua beleza exterior na Praça da Águia, porém poucos sabem da grandiosidade das pinturas em seu interior.

Com decoração detalhista em pinturas e madeiras, o trabalho idealizado pelo escultor Henrique Levy merece a sua atenção. Você pode solicitar por um guia gratuito que vai explicar a história e as curiosidades por trás da bela decoração.

Fotos Instagram: @soupetropolis

Endereço: Praça Visconde de Mauá, 89 – Centro.

Visitação guiada gratuita: diariamente, 10h às 17h.

11. Museu da FEB – Força Expedicionária Brasileira

O pequeno museu que fica na cocheira do Palácio Rio Negro reúne peças doadas pelos petropolitanos que lutaram na Itália durante a 2ª Guerra Mundial. O acervo inclui uniformes, objetos pessoais, fotos, documentos e mais.

Fotos Instagram: @soupetropolis

Endereço: Avenida Koeler, 255 – Centro.

Visitação: quarta à sábado, 13h às 17h.

Entrada franca todos os dias.

12. Casa do Colono

Construída em 1847, a casa ainda possui as características de habitação da antiga Simern (cidade da Alemanha que inspirou a denominação do bairro Siméria, em Petrópolis). As paredes de pau-a-pique e teto de zinco retratam o modo simples de vida dos primeiros colonos. O acervo possui utensílios de uso doméstico e de trabalho na lavoura, além de fotografias, quadros e objetos de uso pessoal.

Fotos Instagram: @nekofreiheit e @mahques

Endereço: Rua Cristóvão Colombo, 1034 – Castelânea.

Visitação: terça a domingo, 8h30 às 16h.

Entrada franca todos os dias.

13. Casa Stefan Zweig

A Casa Stefan Zweig foi residência e refúgio do escritor austríaco Stefan Zweig e sua esposa Lotte, durante o período da 2ª Guerra Mundial. Zweig é considerado um dos grandes biógrafos da primeira metade do século XX. A casa hoje é um centro de memórias em homenagem ao escritor e aos exilados vindos para o Brasil fugindo do nazismo, no período de 1933 a 1945, e que contribuíram para a formação cultural do nosso país.

#CartõesPostais: 8 curiosidades sobre a Casa Stefan Zweig, no Valparaíso

Fotos Instagram: @jackson_isaltino e @benjaminfmoser

Endereço: Rua Gonçalves Dias, 34 – Valparaíso.

Visitação: sexta a domingo, 11h às 17h.

Entrada franca todos os dias.

14. Catedral São Pedro de Alcântara

Além da bela construção, no interior da Igreja estão os restos mortais da Família Imperial (Dom Pedro II, Dona Teresa Cristina, Princesa Isabel e Conde D’Eu). O altar gótico contém relíquias de São Magno, Santa Aurélia e Santa Tecla, trazidas de Roma pelo Cardeal D. Sebastião Leme. As portas principais pesam 2.400 kg cada.

Fotos Instagram: @soupetropolis

Endereço: Rua São Pedro de Alcântara, 60 – Centro.

Visitação: diariamente, 8h às 18h.

Entrada franca todos os dias.

15. Parque São Vicente

Esse parque público cercado por Mata Atlântica oferece uma das vistas mais incríveis da Serra da Estrela, Duque de Caxias e Rio de Janeiro.

Fotos Instagram: @soupetropolis

#Dica: o pôr do sol visto desse parque é imperdível!

Endereço: Rua Paula Buarque – Vila São Luís, Petrópolis – em frente à casa noturna Nas Nuvens.

Entrada franca todos os dias.

16. Palácio de Cristal

O Palácio foi idealizado por Conde D’Eu e doado para sua esposa, Princesa Isabel. Em 1884,ele foi inaugurado com a finalidade de abrigar as já tradicionais exposições de produtos hortícolas e pássaros da região. O Palácio de Cristal foi palco da libertação dos últimos escravos de Petrópolis, em uma bela festa com a presença da Princesa.

Fotos Instagram: @soupetropolis

Endereço: Rua Alfredo Pachá, s/ nº – Centro.

Visitação: terça a domingo, 9h às 18h.

Entrada franca todos os dias.

17. Palácio Quitandinha

O Palácio foi construído a partir de 1939 com o objetivo de ser o maior cassino hotel da América do Sul. Foi palco de inúmeros acontecimentos, desde bailes de carnaval até concursos de Miss Brasil. Após ser adquirido pelo SESC, a visitação pública passou a ser permitida.

Fotos Instagram: @soupetropolis

#Dica: nos fins de semana de sol o jardim do palácio se transforma em uma grande área para piqueniques e diversão em família.

Endereço: Av. Ayrton Senna, 12 – Quitandinha.

Visitação: terça à domingo e feriados, de 9h30 às 17h.

Visitação não guiada gratuita Moradores de Petrópolis e estudantes de escolas públicas mediante comprovação documental.

18. Casa de Cláudio de Souza

Como grande parte dos imóveis históricos de Petrópolis, o espaço em questão foi casa de veraneio do médico Cláudio de Souza que, curiosamente, abandonou a Medicina para se dedicar ao teatro e à literatura. Lá dentro ele promovia saraus, monólogos e performances. E talvez o que faça da casa tão cativante seja a arte que ecoa dentro e fora dela. Gratuita, a visitação dura, em média, 15 minutos: ideal para quem quer conhecer ao máximo os enigmas de Petrópolis, seja no dia a dia, ou numa rápida estadia na cidade.

#CartõesPostais: 7 curiosidades sobre a Casa de Cláudio de Souza

Foto: Bruno Soares

Endereço: Praça Rui Barbosa, 5 – Centro, Petrópolis.

Visitação: terça a sexta, 11h às 18h.

Entrada franca todos os dias.

 19. Feiras e Eventos

Além de todas as atrações permanentes, a cidade oferece diversas formas de lazer gratuitas como festivais, feiras e celebrações tradicionais.

Fotos Instagram: @soupetropolish

Fique de olho no nosso Facebook e Instagram para não perder nada! =) 

Tem mais dicas como essas? Comente aqui!

Veja também:

Roteiro histórico cultural: 16 lugares imperdíveis para conhecer em Petrópolis

22 dicas imperdíveis do que fazer em Itaipava e arredores

Continue Reading

Você também vai gostar

Subir