Connect with us

6 projetos com cães da Guarda Municipal de Petrópolis que vão te surpreender

Petrópolis do bem

6 projetos com cães da Guarda Municipal de Petrópolis que vão te surpreender

Cão de proteção, de terapia e até de detecção de câncer.

“Eu morro por eles e eles morrem por mim”. Esse é o lema da Guarda Civil Municipal, que vem fazendo um trabalho admirável com os cães na cidade. Basta um dia de visitação ao canil da K9 para perceber que, embora a dedicação, a seriedade, os parceiros e apoiadores sejam muito importantes nos resultados das operações, há um elemento essencial nessa relação homem-cão: a lealdade. E isso só foi conquistado com muito trabalho, mas principalmente com muito amor e respeito por esses animais.

Foto Divulgação

Com menos de 2 anos da existência da K9 em Petrópolis, já foram apreendidos 25.000 pinos de cocaína, mais de 5kg de maconha, 400 pedras de crack, 4 pistolas e 2 revólveres. Para isso, os 15 cães que vivem no canil da Guarda são treinados diariamente apurando o foco, o faro, o drive (instintos naturais), a mordida, entre outras habilidades. Fora todo o suporte veterinário e o cuidado diário que eles recebem dos 11 integrantes da K9.

Foto Divulgação

Apesar de já serem considerados parte da família (ou matilha) dos guardas, se engana quem pensa que os cães têm moleza, afinal, são todos parceiros de equipe e devem estar preparados para qualquer operação. Os treinamentos começam quando ainda são filhotes, no momento em que se define o perfil de cada animal. E é aí que entram os 6 projetos em andamento da Guarda Municipal:

1. Cães de Proteção

Além da proteção que eles dão aos guardas durante as operações, há também a sensação de segurança à população em eventos na cidade.

Foto Divulgação

2. Cães de Detecção

Nesse projeto, os cães são treinados para encontrar entorpecentes e armas em parceria com a polícia militar e civil. Nesse tipo de operação, costuma-se usar os Pastores belga-malinois e holandeses, que possuem um focinho mais alongado e com mais células olfativas, o que facilita esse tipo de trabalho.

Foto Divulgação

3. Cães de Escombros e Cadáveres 

Apesar do projeto estar um pouco parado, devido às burocracias para ter permissão de usar corpos e materiais humanos nos treinamentos, esse tipo de trabalho com os cães é muito importante para achar pessoas ou corpos em situações de deslizamentos, desabamentos, terremotos, etc.

Foto Ilustrativa

4. Cães de Cinoterapia

A terapia com auxílio de cães é um projeto incrível que tem obtido um resultado muito positivo na cidade. Nos hospitais e nos lares para idosos, o projeto tem sido usado para dar um aconchego e levar um pouco de felicidade e distração para esses ambientes que costumam estar carregados de tristeza. Já nas escolas, além de levar alegria com os cães, os guardas palestram sobre os problemas das drogas e buscam mudar visões e estigmas que as crianças têm sobre o papel negativo da guarda e da polícia nas comunidades.

Fotos Divulgação

5. Cães de Controle de Distúrbios 

Esse projeto treina os cães para trabalharem em locais com um grande aglomerado de gente. Em manifestações, por exemplo, eles trabalham direcionando as pessoas para um lugar.

Foto Divulgação

6. Cães de Detecção de Câncer 

Por último, esse projeto promissor que vem criando formas e buscando apoiadores. Nele, os cães são treinados para detectar tumores através do olfato em coletas de materiais possivelmente cancerígenos. Apesar de embrionário, o projeto comprovou ter 75% de exatidão nos resultados de câncer de mama e 90% de exatidão nos de próstata (fonte: Instituto Curie, na França), alcançando níveis superiores aos exames tradicionais. Além disso, Leandro Lopes, responsável técnico e operacional da Guarda de Petrópolis, conta que os custos com esse exame são reduzidos drasticamente (3 cachorros podem fazer até 10 mil exames). A Guarda busca recursos financeiros para viabilizar esse projeto pioneiro não só na cidade, como no país.

Foto @KDOG Cancer Detect Group, via http://br.rfi.fr/

Leandro Lopes alerta para a necessidade de desmitificar a ideia de que o cães da K9 sofrem e de olhar para o cachorro como animal, não como humano:“Eu deixo o cachorro ser cachorro. Quanto mais selvagem para mim, melhor, porque mais respeito eu terei com eles e eles comigo”.

*O canil da K9 está aberto a novas ideias, projetos e parcerias. Para conhecer mais sobre o trabalho desses guardas e entrar em contato, acesse a página do Facebook: Grupamento De Operações Com Cães GCM Petrópolis.

Continue Reading

Você também vai gostar

Mais populares

Nossas Dicas

+ dicas
Subir